Arquivo

2010

Posts em 2010.

Blog Retrospectiva 2010

Em 2008 participei do Desafio 21 Dias, proposto pelo Blosque. Uma das propostas do Desafio foi fazer uma retrospectiva do blog. Gostei muito da idéia, que já estava na cabeça há tempos, que resolvi fazer a edição 2009 e agora farei a edição 2010.

Então, para cada mês do ano eu escolhi um texto para recordar. Já no clima de final de ano, saudosismos mil.

Blog Retrospectiva 2010

Janeiro

Welcome to the Dollhouse – Janeiro foi um mês de muitos posts e escrevi sobre muita coisa – séries e livros. Acabei escolhendo este artigo por ser sobre o final de uma série que gostei muito: Dollhouse.

Fevereiro

As Crônicas de Nárnia Volume Único (C. S. Lewis) – Fevereiro foi um Mês com menos textos e o artigo mais significativo foi a resenha desse livro, para o Desafio Literário 2010.

Março

Orgulho e Preconceito, de Jane Austen – se em Fevereiro escrevi pouco, em março menos ainda. Apenas três textos. E novamente o mais significativo foi a resenha para o Desafio Literário 2010.

Abril

Buffy The Vampire Slayer – em Abril estava assitindo a série Buffy e o programa me emocionou tanto que corri para escrever um texto sobre…

Maio

Coraline – uma resenha simples para um filme fantástico.

Junho

Morre José Saramago (1922 – 2010) – Uma notícia muito triste para os apaixonados por literatura. Triste para todos, na verdade. E essa lástima não passou em branco aqui no blog.

Julho

Projeto 101 coisas em 1001 dias – em Julho eu finalmente fiz minha lista para participar desse projeto. Vinha enrolando há alguns anos para participar, dando muitas desculpas. Agora a lista está pronta e esperando ser cumprida.

Agosto

Fashion Geek 1ª edição – no mês do cachorro louco Porto Alegre sediou a primeira edição desse evento, e lá estava eu, participando e ganhando muitos presentes.

Setembro

De como não li As Benevolentes – um texto que é uma justificativa pelo não cumprimento de uma das metas do Desafio Literário 2010. E não foi apenas isso que não fiz em Setembro, quase não escrevi para o blog… Era a monografia de final de curso me consumindo.

Outubro

Novo tema no blog! – em outro mês atribulado, conumido pela monografia, anuncio um tema novo para o blog, desejo feliz aniversário para o Super Mario, e só.

Novembro

Paul McCartney – Up and Coming Tour – não há como lembrar de outra coisa tão importyante quanto essa no mês de novembro! Tá, eu também terminei meu trabalho de conclusão, o que também foi muito importante. Mas Paul foi um evento único, mágico e incomparável.

Dezembro

Na minha caixa de correio #1 – o projeto novo que implementei no blog. Foi bem bacana fazer o vídeo, tentar editar, tentar publicar. Espero que o projeto dê frutos e continue por bastante tmpo. E relatei a experiência de usar o Ubuntu.

Que ano, hein. As escolhas foram bem difíceis, tentei levar em conta os comentários, o número de visitas e tudo, mas no final, o que acabou pesando mais foi o carinho e o gosto pessoal mesmo. E como foi difícil escolher em alguns meses, nossa!

Agora que eu já listei um post publicado para cada mês do ano dou por encerrada essa retrospectiva, mas não deixe de navegar nos textos relacionados, deixar sua opinião sobre os textos e experimentar fazer uma retrospectiva própria.

Minha Retrospectiva 2010

Estava pensando em como escrever sobre 2010. Daí apareceu uma retrospectiva em um formato interessante no Flores e Corações, que por sua vez foi baseada no meme proposto pelo blog is.adora.ble. Gostei da ideia e resolvi adotá-la. Como não segui dia por dia o meme, optei pelo formato “tudo junto e misturado“. Vamos lá?

Uma foto minha em 2010

O bom de 2010 foi…

Conhecer muitos amigos novos, nos dois projetos em que trabalhei/trabalho. As meninas do APERS e os cavaleiros da Távola Redonda entraram de vez na minha vida e fizeram morada fixa no meu coração. Mas não foram apenas pessoas próximas que fizeram do meu 2010 um bom, um ótimo ano. Tiveram as de longe também, mais especificamente um senhor de Liverpool que passou por Porto Alegre para um domingo perfeito. Foi o show da minha vida. Continuo amando cada vez mais, continuo empolgada e feliz com todos os que amo ao meu redor! Terminei a monografia de final de curso. Sou formanda de História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul: um sonho está se concretizando e ainda não caiu a ficha.

O problema de 2010 foi…

Descobrir que nem sempre as pessoas são o que demonstram ser. Na verdade eu tenho o costume de idealizar as pessoas e me decepcionar profundamente depois. Aí é sempre uma surpresa desagradável. Outro problema constante e quase insolúvel foi o dinheiro curto, coisa que dois estágios parcamente remunerados não ajudaram a resolver.

Meu momento “Eu sou Ryka” em 2010 foi…

Muitos. Comprei adoidadamente. Mesmo sem muito dinheiro no bolso gastei mais do que em anos anteriores. Comprei coisas que não costumava comprar (roupas, bijuterias, maquiagem) e continuei comprando minhas nerdices (livros e DVDs). Comprei também muitos presentes…

E o troféu me mata de orgulho de 2010 vai para…

Anarquistas na Guerra Civil Espanhola: Uma abordagem a partir das obras literárias de Ernest Hemingway e André Malraux – desculpe a falta de modéstia, mas esse trabalho foi mesmo o meu orgulho do ano. Escrever uma monografia não foi fácil, mas valeu muito a pena.

Em 2010 eu descobri que…

O Paul é meu Beatle favorito, a vida de adulta é difícil pra caramba, arrumar emprego na minha área é ainda mais difícil.

Em 2010 eu consegui…

Terminar a faculdade. Foram sete anos de estudo, trabalhos, provas, amigos, horas sentada em bancos de ônibus, leituras e diversão. Vai fazer falta.

Em 2010 eu tentei…

Ser uma pessoa melhor, emagrecer e enfrentar a vida com a cabeça erguida. Ainda não sei se consegui fazer tudo isso, mas foi bem difícil.

Em 2010 eu pensei em fugir para…

Muitos lugares. Nunca tentei, mas pensei em viver uma vida errante, ou simplesmente sair do país e começar tudo de novo. Mas algo me prende aqui, algo bom, muito bom.

Em 2010 eu pela primeira vez…

Vi um Beatle ao vivo.

Meu melhor dia de 2010

Essa é fácil: 08 de novembro de 2010. Paul McCartney no Estádio Beira Rio.

Meu pior dia de 2010

Não lembro. Não deve ter sido tão ruim assim. Muitas coisas ruins aconteceram, mas nada que afetasse tanto a ponto de arruinar um dia para sempre.

Minhas compras de 2010

Em 2010 consegui comprar duas coisas que estava querendo há tempos. Uma câmera fotográfica semi-profissional ou de modelo avançado (cumprindo um dos itens do projeto 101 coisas em 101 dias), uma Fuji Finepix S1800. E a outra compra foi a coleção completa da série Arquivo X. Um sonho.

Fuji Finepix S1800 Arquivo X a série completa

Minha música favorita em 2010

Em 2010 ouvi muito Paul McCartney, vi ele ao vivo e é mais do que natural que escolha um música do Sir para figurar nesse quesito.

Meu show preferido de 2010

08/11/2010 – Paul McCartney Up and Coming Tour – Porto Alegre

Que foi também o melhor da minha vida.

Meu lugar preferido em 2010

Fui para muitos lugares nesse ano, todos bem aqui pertinho. Torres – no litoral gaúcho -, Bento Golçalves e Garibaldi – na Serra Gaúcha -, e Canela e Gramado no Natal Luz – também na Serra Gaúcha. E todos ao lado do Ju. Então todos eles foram preferidos.

Meu parceiro de 2010

Meu amor, sempre ele.

Juliano Cavalca

Meus livros favoritos em 2010

A Estrada Orgulho e Preconceito Os Homens Que Não Amavam as Mulheres

Meu site/blog preferido em 2010

Bibliophile, da querida Mi Müller.

Happy Batatinha, da querida Tábata Kotowiski.

Desafio Literário, o projeto literário mais bacana de 2010.

Meu filme preferido em 2010

Minha série favorita em 2010

E 2011?

No ano que chega tem muita coisa para acontecer. Desejo do fundo do meu coração muitas felicidades, saúde, prosperidade, amor... Enfim, que todos nós tenhamos um 2011 maravilhoso!!

Feliz 2011!

Desafio Literário 2010: Balanço

Mais um ano que se vai. A frase é batida, mas é a mais pura verdade. 2010 passou voando, e com ele muitas leituras. O Desafio Literário em 2010 começou ainda em 2009 com a escolha das leituras de acordo com os temas propostos pela Vivi no blog Romance Gracinha. Em janeiro, começou o Desafio em si. Foram 12 livros escolhidos, um para cada mês, um para cada tema. Foram apenas 10 livros lidos.

Não consegui completar o Desafio por completo, no segundo semestre uma avalanche de leituras já prevista caiu sobre mim. O trabalho de conclusão de curso ocupou todas as horas do meu dia e da minha noite. Ficou realmente muito difícil ler os livros que eu mesma propus para dois meses consecutivos. As Benevolentes (Jonathan Littell) e De Pernas Pro Ar (Eduardo Galeano) ficaram de fora. Uma pena, dois livros que tenho muita vontade de ler. Em breve, quem sabe. Do primeiro eu ainda consegui escrever uma justificativa da não leitura, do segundo eu nem tentei.

As 10 leituras realizadas para o Desafio foram muito interessantes, nem todos os livros foram maravilhosos, é fato, mas a experiência foi muito bacana. Só tenho a agradecer a Vivi pela oportunidade de participar desse Desafio. E ainda mais por ter me convidado para ajudar no Desafio Literário 2011. Sou muito grata e feliz por isso.

E então, já fez tua lista para 2011? Tá esperando o quê? A minha já está pronta, só esperando para começar…

Confere minha lista de leituras e resenhas:

Janeiro – Quincas Borba (Machado de Assis)

Fevereiro – As Crônicas de Nárnia – Volúme Único (C. S. Lewis)

Março – Orgulho e preconceito (Jane Austen)

Abril – Confesso Que Vivi (Pablo Neruda)

Maio – Melancia (Marian Keyes)

Junho – Divã (Martha Medeiros)

Julho – Por Quem os Sinos Dobram (Ernest Hemingway)

Agosto: A Pedra da Lua (Wilkie Collins)

Setembro: Desafio incompleto

Outubro: Desafio incompleto

NovembroO Bobo, de Alexandre Herculano

Dezembro: O Coração das Trevas (Joseph Conrad)

Na minha caixa de correio #1

Um meme criado pela Kristi, do The Story Siren, em que mostrarei tudo que recebi durante a semana.

In My Mailbox

Começando um projeto novo aqui no trecos & trapos. O Na minha caixa de correio já é sucesso na blogosfera e a novidade finalmente chegou por aqui. Estava há um tempão pensando em implementar esse meme aqui no blog, mas estava sem câmera para filmar. Esse problema já foi resolvido e essa desculpa não conta mais. Espero ter livros, DVDs e outros presentes e compras para mostrar toda a semana, caso isso não ocorra, não haverá vídeo.

Depois de muitos testes com a câmera vieram as muitas tentativas de descarregar o vídeo no computador. Quando pensei que estava tudo pronto inventei de editá-lo. Esse desafio não consegui superar – ainda. Quero aprender a editar direitinho com os programas disponíveis para o Ubuntu 10.10 para nas próximas semanas publicar vídeos mais bacanas. Além disso tive problemas para colocá-lo no Youtube, tive de compactar o vídeo e outras horas fazendo isso possibilitaram que esse post estivesse no ar apenas hoje. Com isso, os presentinhos de natal ficam para a próxima semana.

O chiado eu não consegui tirar nem diminui. Se alguém souber como, por favor, ajude-me. Todos os livros e DVDs citados estão listados abaixo e com links para suas resenhas ou locais de aquisição.

Espero que goste da novidade. Deixa teu comentário opinando sobre o projeto, a qualidade do vídeo, minha performance diante da câmera, o que posso mudar, melhorar e etc…

Livros citados:

– “A Ditadura de Segurança Nacional no Rio Grande do Sul” – História e Memória do período de 1964 a 1985 (vários autores – publicação da UFRGS e da Assembléia Legislativa do RS)

– Aletria V. 19, n.2 – disponível para baixar na página da UFMG

– De Saga em Saga por Sëlma Lagerlof – Editora Delta

– Coleção Itaú de Livros Infantis – peça sua coleção aqui

– O Coração das Trevas por Joseph Conrad – L&PM

DVDs citados:

– Arquivo X: a série completa  – Submarino

O Coração das Trevas, de Joseph Conrad

O Coração das Trevas

O Coração das Trevas foi escrito pelo escritor polonês Józef Teodor Nalecz Korzeniowski, conhecido como Joseph Conrad. Nascido na Ucrânia, se naturalizou britânico aos 30 anos de idade e foi marinheiro a serviço da Coroa Belga do rei Leopoldo II durante a colonização do Congo.

O Coração das Trevas é considerada uma das obras literárias de maior relevância da literatura britânica. O livro foi publicado pela primeira vez em 1902 (tendo sido publicado pela primeira vez em 1899 numa revista, dividido em três partes) e é fruto da viagem que Conrad realizou ao continente africano em 1890. Ele teve uma grande decepção ao descobrir o quão grave era a situação pela qual a África passava. O obra expressa, portanto, fortes críticas ao imperialismo e ao colonialismo.

A estrutura da narrativa é bastante interessante: uma narrativa em primeira pessoa dentro de outra narrativa em primeira pessoa. Um grupo de marinheiros narra a pequena reunião entre eles e seu capítão, Charles Marlow – protagonista –  que inicia sua narrativa sobre sua aventura no continente africano quando foi resgatar Kurtz, um comprador de marfim cujos métodos civilizatórios desnudam a selvageria da exploração colonial. Kurtz é um homem idealista e é, aos poucos, apresentado ao protagonista Charles Marlow ( e ao leitor), e acaba por revelar-se um homem transformado pela realidade que encontrou no coração das trevas que é a selva africana. Tal narrativa é conduzida pelo tom de lentidão dos marinheiros que contam histórias e bastante pesada. Tal lentidão permite que o leitor perceba a crueza do relato.

Conrad conduz sua obra deixando escapar alguns elementos da crítica a esse imperialismo. Apesar de algumas passagens possuirem um tom racista (parte do espírito da época), ele é bastante diluído naquilo que parece ser fundamental para o escritor, a dura realidade africana – tanto para os nativos e a natureza exótica e esplêndida, quanto para aventureiros e idealistas, materializado pelo personagem Kurtz.

O Horror! Essa é a expressão que define a empresa Imperialista e a conclusão a qual Kurtz chega sobre seus atos. Continue lendo →

Eu amo presentes: mimo da ESPM

Mimo ESPM

Nessa semana eu tive um surpresa muito bacana ao chegar em casa depois de mais um dia cansativo de trabalho, estudos e compras natalinas. O Papail Noel passou lá em casa e deixou um presente inesperado: um saco vermelho com uma bolsa super bacana para carregar os apetrechos do mate (chimarrão) Escola Superior de Propaganda e Marketing, ou apenas ESPM.

Pra quem ainda não conhece, a ESPM é uma escola de comunicação e negócios e possui unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília. Os cursos de graduação que ela oferece são: Administração, Design, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações internacionais além de cursos de Pós-Gradução e Mestrado.

A Pauline Costa, jornalista e responsável pelo Ambiente Digital da ESPM-RS, entrou em contato comigo solicitando meus dados e passou para o bom velhinho que gentilmente deixou aqui em casa esse presentão. Junto veio uma revista informativa com os cursos de fériasda instituição, bloco, caneta e folders.

Eu amo presentes, ainda mais quando são de supresa. E a carta que  o acompanhava é muito bacana e me fez um pouco mais feliz como blogueira.

Fiquei com vontade de fazer diversos cursos que a ESPM está oferecendo, mas nesse janeiro já tenho planos. Fiquei especialmente interessada no de fotografia, agora que comprei minha câmera nova.

Quem sabe na próxima. Mas não é porque eu não posso fazer que tu não podes conhecer e desfrutar deles. São 54 cursos de férias nas mais diversas áreas. Para conhecer todos é só conferir: www.espm.br/cursosdeferias!

Eu mudei para o Ubuntu e não me arrependo!

Ubuntu

A vontade de mudar de sistema operacional já era bem antiga, mas faltava coragem. Mesmo depois de um bate papo com a Bruna (@griebeler) no Luluzinha Camp ano passado, quando ela me esclareceu diversas dúvidas, eu continuei com medo de encarar a mudança. Sempre soube das vantagens do Software Livre em relação ao Windows, no entanto, continuei usando e xingando o tal sistema operacional do milionário Bill Gates.

Enquanto eu escrevia meu trabalho de conclusão da graduação eu utilizava o Word 2007, Windows XP e muita paciência. Mas a gota d’água veio em plena confecção do trabalho. De uma hora para outra o computador travou, não funcionava nada. Não bastava reiniciar insistentemente, como fiz outras vezes. Dessa vez não tinha tempo para mandar arrumar. A solução? Finalmente resolvi instalar uma distribuição Linux. Optei pelo Ubuntu, que já havia testado com o CD de instalação (sim, é possível testá-lo sem instalar).

Baixei a versão mais nova, o 10.10. Instalei e superei todos os medos. Quais eram? Bom, em primeiro lugar pensava que para utilizar minha internet eu teria muito, mas muito trabalho. Não. A Mi Müller me ajudou muito pelo twitter. Outro medo era os programas. São fáceis de instalar? São fáceis de navegar? Há variedade? Sim, sim e sim.

São muitas as vantagens de mudar para o Linux. Basta escolher uma das distribuições, instalar e desfrutar delas. Mais seguro, navegação intuitiva – precisar entender de códigos e dominar programação para trabalhar com Linux é um mito. Para saber mais acesse as diversas páginas especializadas em Software Livre, Linux e suas distribuições.

Para mudar é fácil, basta baixar gratuitamente ou solicitar um CD de instalação. Talvez essa seja a maior vantagem do Linux: totalmente de graça!