Casa Glass (The Morganville Vampires #1), de Rachel Caine

Depois de finalmente conseguir terminar Casa Glass, só posso dizer que achei o livro muito mais do mesmo, isto é, uma história lugar comum, sem nenhuma novidade. Muitos clichês românticos e personagens sem nenhuma profundidade. O velho drama adolescente que além de ser chato, é irreal (me recuso a acreditar que todas as adolescentes passam o tempo todo pensando em meninos, pois eu não fui esse tipo de adolescente).

A livro fala sobre uma adolescente precoce na universidade em Morganville: a protagonista Claire Danvers. A guria de 16 anos é um pequeno gênio e vai parar em uma universidade localizada numa cidade infestada de vampiros, apesar de obrigada pelos pais ela não gostou muito da ideia. Ok, ela tem pais preocupadíssimos que não a deixam viajar quilômetros de distância para estudar em um lugar decente, mas bem capaz que um gênio estudaria em uma universidade qualquer no fim do mundo. Não bastasse a protagonista ser inteligentíssima (o que ao longo do livro se mostra uma inverdade, pois ela é muito estúpida nas decisões que toma), ela é também uma excluída, ninguém gosta dela no lugar de onde ela veio e também no dormitório onde vive. Já não passou o tempo de excluir os CDFs? Algumas meninas no dormitório a querem morta, pelo motivo mais imbecil que eu já vi em toda a minha vida!

Na tentativa de fugir das doidas do dormitório, Claire acaba conhecendo o trio de moradores da Casa Glass, uma casa super antiga na cidade e para enganar suas perseguidoras, acaba indo morar com eles. Os amigos que ela faz não são menos caricatos: uma gótica, um garoto perfeitinho/lindo e outro lindo/com problemas para se abrir. E cada vez que Claire soltava um pensamento do tipo: “minha nossa como ele é lindo” eu quase vomitava em cima do livro. Ela descobre que a cidade não é apenas infestada, mas administrada por vampiros e apenas os que possuem proteção estão a salvo. Os outros (principalmente os alunos da universidade) podem servir de lanche aos caminhantes noturnos a qualquer momento. Claire e seus amigos, é claro, não possuem proteção. A história gira em torno da tentativa dos amigos de Claire tentando salvá-la dos vampiros e das meninas más do dormitório e para isso resolvem confeccionar ou encontrar um livro que é muito precioso para os vampiros para barganhar por suas vidas.

Nas últimas 50 páginas o livro começa a ficar interessante (não muito), pois são narradas mais cenas de ação e o ápice da história, mas não chega a ser grande coisa em nenhum momento. O final foi uma surpresa, um alívio até, depois de tantas páginas cheias de clichês, personagens mal estruturados e uma narrativa ruim. Simples assim. Além disso, a tradução tem muitos erros. Não sei se faltou revisão ou se foi mal feita mesmo, fato é que tem erros de digitação, pontuação, ortografia, concordância verbal e nominal. Mais uma vez a editora Underworld se esforça demais na apresentação (capa e projeto gráfico) e de menos na tradução/revisão.

Casa Glass (The Morganville Vampires #1)
Rachel Caine
Editora Underworld
288 páginas
Goodreads | Shelfari | Skoob | Submarino

Rating: ★☆☆☆☆ 

Recebi e resenhei esse livro para o Book Tour da Editora Underworld, do qual participo.

Book Tour da Editora Underworld

Posted by

4 comments Comment via blog

  1. Resumindo, um livro de carga psicológica clichê kkk
    Mayana Carvalho recently posted..Essa coisa de sofrer e tal..My Profile

    Reply
  2. Já tinha dito que o layout novo tá uma graça? Se não, digo agora! Parabéns menina!
    :)
    Luara recently posted..Novos vídeosMy Profile

    Reply
  3. Se você não curte livros com vampiros, eu recomendo a leitura da saga Dark-Hunter, pois você vai descobrir que o universo vampiresco é muito maior do que imagina! Aqui a Mitologia tem um papel fundamental e a explicação que Sherrilyn traz para a presença dos dentucinhos em nosso mundo é fenomenal! Fora que os livros trazem romances maravilhosos e daqueles que encantam aos leitores. Tenho certeza que você vai mudar de ideia!
    silver price recently posted..No last blog posts to return.My Profile

    Reply
  4. Eu gostei muito da série,mas gosto é gosto né? Cada um tem o seu. Parabéns pelo blog e pela sinceridade
    bjs

    Reply

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge