Porto Alegre é demais

ImageShack

Sou apaixonada por minha terra. Amo o Rio Grande do Sul, e a capital dos gaúchos é tão linda que não tem quem não se encante com suas paisagens. Claro que, como toda cidade grande, tem lá seus problemas. E são muitos. E enormes. Mas com força, com luta e com espírito livre somos capazes de mudá-los.Todos os dias quando acordo penso em como é bom viver nesse lugar, apesar de tudo e apesar de às vezes querer sair por aí, conhecer o mundo. Mas só porque eu sei que posso voltar e desfrutar de suas belezas.

Fica então uma dica pra quem não conhece essa cidade maravilhosa. E pra quem já conhece, vale a pena ver tudo de novo. Comece com um passeio de barco pelo Guaíba, o nosso lago, rio, estuário. Depois uma volta pela Rua dos Andradas, ou Rua da praia, como preferir. Uma chegadinha na Usina do Gasômetro e outra na Casa de Cultura Mario Quintana. Um chimas na Redenção e uma ceva nos muitos bares da Cidade Baixa.

Caminhe, ande, vasculhe os museus. Tem de todos os tipos, para todos os gostos: de arte, de comunicação, da medicina, de ciências e tecnologia, militar… E têm os sebos, os brechós, os bricks. Tem festas e mais festas. Cenário underground, rock, rock, rock.

Porto Alegre é demais.

das vontades que me afligem

– Uma coisa de cada vez!

– Mas eu queria tanto ir à  Jornada de Literatura em Passo Fundo, poder ver o evento e ainda conhecer o Carlo Ginzburg!

– Mas não dá, tu optou por trabalhar na Bienal esse ano.

– Eu sei. Que droga! Queria que o tele-transporte não fosse coisa apenas da ficção!

– Pois é.

– Aí­ poderia sair do meu turno e me teletransportar até Passo Fundo, passar a a tarde lá e voltar, a tempo de tomar um banho e ir pra aula…

– Não viaja guria!

Tim Festival Curitiba 2006. Eu Fui!!!

Eu sai de Porto Alegre e enfrentei doze horas de viagem pra curtir os melhores shows… sem palavras…..

O lugar do show é um tesão!

Estava muito bom, um pouco de chuva nos primeiros shows. Patti Smith impressionou com aquele vozeirão. Yeah Yeah Yeahs subiram no palco, tocaram hits e sacudiram o pessoal com a energia estonteate da Karen O. Não cheguei a ver Nação Zumbi, e DJ Shadow vi só uma parte. Apesar de querer vê-los. Já Beastie Boys fechou a noite muito bem dispostos, com energia pra pular o show inteiro e cantar sem parar, além do DJ Master Mike lavar os ouvidos do público mandando muito bem naquilo que faz. Ainda houve um momento de comemoração pelo aniversário do Ad-Rock com direito a “Alfred” e champanhe. Em suma, Beastie Boys e Patti valeram minha noite. YYY surpreendeu. Pra mim, Patty Smith foi o melhor disparado…. ela desceu, interagiu, fez discurso e mandou ver na voz sensacional que ela tem… é a mãe do punk…  Eu amei os shows do YYY e BB, mas Patthi Smith foi do caralho… minha musa não poderia deixar barato… valeu a pena as doze horas de viagem de POA a CTBA….

Parabéns às bandas.

Não dou parabéns para a TIM pois assim como Patty em seu discurso, eu sou contra as grandes corporações, aliás o discurso que ela fez foi simplesmente fodástico!!!

Alguns participantes de bandas brasileiras estavam presentes, a saber: Bide ou Balde e Ultramen foram na mesma excursão que eu, da rádio Ipanema de Porto Alegre.

Inicio do evento: 18:00 (abertura do local)
Final do Evento: 1:00 (saída do Beastie Boys do palco)

Quer ver as fotos???

Aguardando a noite em um café no centro de Curitiba! Â
um pouco do pessoal da excursão, eu e a Ju... Os ingressos...

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Show da Patti Smith, a musa!!! Show dos Beasty Boys

é amanhã!

Segunda à noite sai o ônibus da Ipanema rumo ao Tim Festival em Curitiba! Estou ansiosa para viajar. Acho que nunca estive tão ansiosa. Exageraaaada… Sabe quando você chega no auge do sentimento e só pensa nisso o tempo todo? Eu acho que estou completamente fora do meu normal, do controle. E isso é ótimo!