Colaborando com a preservação da nossa espécie!

Muitos estabelecimentos comerciais (restaurantes, bares, pastelarias, hotéis) e residências deitam o óleo de cozinha usado na rede de esgoto, com consequente entupimento da mesma e mau funcionamento das estações de tratamento.
Para retirar o óleo e desentupir são empregados produtos químicos tóxicos, com efeitos negativos sobre o ambiente. Além disso, como o óleo é mais leve que a água, fica na superfície, criando uma barreira que dificulta a entrada de luz e a oxigenação da água, comprometendo os seres vivos aquáticos.

RECEITA DE SABÃO FEITO COM SOBRA DE ÓLEO DE COZINHA, no sítio http://confagri.pt/Ambiente/ObjectosResiduos/doc75.htm se encontra entre tantas, a seguinte receita de sabão caseiro, que permite a reciclagem do óleo de cozinha.

 Materiais:
– 1 kg de soda cáustica (NaOH)
– 2 litros de água
– 4 litros de óleo de frituras (excepto de peixe)
– 1 litro de álcool
– 5 ml óleo essencial
– elementos decorativos, como ervas aromáticas (exemplo: camomila), especiarias (cravo, canela), flores secas, conchas, etc.
– balde
– colher de pau
– caixote de madeira forrado com um pano limpo ou formas de silicone, acetato ou recipiente plástico

Recomendações:
– Não utilize óleo da fritura de peixes e frutos do mar.
– Coe o óleo para separar as impurezas. Estas impurezas deverão ser colocadas no contentor dos indiferenciados.
– Mantenha uma distância segura quando efectuar a mistura da água com a soda cáustica e utilize protectores para olhos e máscara para nariz e boca, pois o vapor resultante dessa mistura é muito forte.

Procedimento:
– Coloque no balde, 1 kg de soda cáustica e 2 l de água quente. Misture com uma colher de pau até diluir totalmente.
– Junte 4 litros de óleo de frituras. Continue mexendo com a colher de pau, durante cerca de 20 minutos.
– Acrescente 1 litro de álcool, óleo essencial (caso pretenda que o seu sabão fique perfumado) e elementos decorativos* adicionais a gosto.
РMisture tudo at̩ se obter a consist̻ncia de pasta.
– Despeje esta mistura num caixote de madeira forrado com um pano limpo ou nas formas pretendidas.
– Acomode a pasta no caixote.
РDeixe secar totalmente e corte os peda̤os de saḅo no tamanho desejado.
РEmbrulhe o saḅo no papel-filme.

*Quando o produto utilizado para decorar o sabonete for muito leve e flutuar na forma (como folhas e pétalas secas), recorra à seguinte técnica de pré-colagem:
– Prepare a pasta sem ter adicionado os elementos decorativos mais leves.
РColoque a decora̤̣o na forma ou no caixote de madeira e despeje a pasta at̩ metade da forma. As folhas flutuaṛo.
РCom a ajuda de um palito, coloque a decora̤̣o na posi̤̣o desejada.
– Espere 1 minuto ou até que se forme uma película. Preencha, então, a forma com o resto da pasta e proceda como especificado nos procedimentos.

DICAS:
1º : Quanto mais o sabão curtir, melhor ele fica (ou seja, deixe até um mês descansando)
2º Todo cuidado é pouco, se a soda cáustica entrar em contato com a pele/olhos, pode provocar queimaduras, cegueira…
3º No processo, use bacias plásticas para misturar os ingredientes, colheres ou espátulas do mesmo material ou madeira, luvas e óculos de proteção e até mesmo uma máscara ou um pano amarrado em volta do nariz. Mexer com soda cáustica não é simples.
4º O recipiente tem que ser amplo, pois vc realmente não quer que a soda transborde.
5º O óleo essencial você escolhe o cheiro que achar melhor, e pode igonorar tb. A decoração é opcional.

Na internet você encontra outras receitas, usando sabão em pó ou amaciante. Eu prefiro essa que você não tem que comprar nenhum produto de limpeza industrializado. Além de econômico, é super ecológico aproveitar o óleo dessa maneira. Se você não produz muito óleo, uma forma prática de aproveitar o óleo usado é, após filtrar, manter em geladeira e utilizar para untar fôrmas (de bolo, por exemplo), retirando o excesso com um papel absorvente e enfarinhando logo em seguida.

7 comentários Comentário via blog

  1. Tenho um desentupidora e vejo que grande parte dos entupimentos de esgoto residencial é causado pelo descarte do óleo no esgoto.

    Responder
  2. Tenho um desentupidora e grande parte das causas de entupimento residencial é o descarte de óleo no esgoto.

    Responder
  3. Amei o artigo, parabéns.
    Vou continuar acompanhando o seu trabalho.
    Parabéns pelas dicas!

    Responder
  4. Não sabia q o óleo estragava tanto a água! O_O~ Trecos&Trapos tbem é cultura!!!!

    Responder
    1. pode contar sempre com minhas visitas… e sim… trecos&trapos é cultura. me fez lembrar o atocultural, meu blog no turma do bar hehehehehe

      Responder
  5. oiii daniii!!
    legal q vc tah dando dicas legais sobre o meio ambiente… jah tinha sido atentada sobre o mal q eh deixar o óleo ser misturado ao esgoto, mas por mais q a gente saiba q eh errado, acaba se dando ao luxo de fazer as coisas erradas… bom q tenha alguém q traga consciencia às pessoas assim como vc fez!! somente assim nós vamos conseguir cuidar do nosso planetinha..

    beijinhos garota ;D

    Responder
    1. Obrigada. esper que coisas pequenas como esse post sejam multiplicadores de consciência…

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge