Jorge Luis Borges, feliz aniversário.

Jorge Luis Borges

Hoje é aniversário de Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo. Se vivo, completaria 112 anos. O autor portenho figura na minha lista de necessidades literárias. Sempre que ouço o nome dele me dá uma coceirinha incomoda que remete ao fato de eu nunca ter lido um conto sequer daquele que é considerado por muitos (e confiáveis) o maior escritor da América Latina.

E já adianto que não é por falta de vontade, nem mesmo de tempo – aquela velha desculpa que todos usamos pelo menos uma vez a cada mês para declinarmos uma ou outra leitura pendente. A vontade existe e é intensa, o tempo é escasso, mas existente, os livros estão pelas bibliotecas e estantes alheias (claro que se eu os comprasse ficaria extremamente feliz) e os temas por ele abordados me são bastante caros.

O que, então, me impediu até agora de desfrutar de seus textos? Acontece que tudo que ouço sobre ele me faz crer que não estou madura o suficiente para lê-lo. Esse é o verdadeiro motivo. Ainda não me considero uma pessoa capaz de ler Borges. Mas sigo na luta contra esse pensamento infantil e bobo. Me pergunto por onde começar. Talvez alguém que já leu e seja um apreciador de Borges possa me dar uma caminho a seguir. Sei que começarei por Ficções, por ser leitura de uma das disciplinas na faculdade esse semestre. Talvez depois dessa leitura eu me sinta mais segura e transite mais facilmente para outras.

Mesmo sem ter lido esse grande autor eu já sei que compartilho com ele uma série de preferências. Além disso, também descobri que comprar os livros do Borges na Argentina não é tão fácil como imaginava – eles não são vendidos em todas as livrarias e os preços não são muito amigáveis também, apesar de muito mais baratos que no Brasil.

Deixando minha insegurança boba, hoje é um dia bastante especial para os amantes de Literatura. Feliz aniversário Borges. E no Google tem uma homenagem para ele também.

Deixe um comentário pelo Facebook

6 comments / Add your comment below

  1. Pingback: Lumos |
  2. Ei Dani sentimento totalmente compartilhado, eu li dois textos do Borges, mas mesmo antes já o admirava pelos olhos dos outros. Pena serem tão caros os livros dele, eu herdei uma edição da editora globo que tem Elogio da Sombra e Perfis, agora com teu posto coloquei aqui do lado na pilha de próximas leituras, dessa semana Borges não me escapa, obrigada por me lembrar 🙂
    estrelinhas coloridas…

  3. Os contos do Borges são incríveis, diferentes de tudo o que eu já havia lido antes.
    Também tinha um pouco de receio de não conseguir compreender completamente os seus escritos, mas a vontade falou mais alto, e acabei lendo Ficções. Você vai ler e vai perceber o quão fantástico que é esse escritor, os seus contos são os meus favoritos.
    Os livros dele são realmente muito caros, é uma pena.

Deixe uma resposta

CommentLuv badge

%d blogueiros gostam disto: