Batalhas de Inverno: meu primeiro jogo de Roller Derby

Agora sim, em casa e com o computador posso fazer uma pequena explanação sobre o que foi o meu final de semana.

Para quem não sabe, eu comecei nesse rolê chamado Roller Derby no final de abril (final mesmo, tipo, 30 de abril) e tenho aprendido muito com cada treino e superando meus medos, anseios e receios.

Então, nos dias 15 e 16 de julho de 2017 rolou em Blumenau o evento Batalhas de Inverno, uma série de jogos amistosos entreligas e bootcamps (uma espécie de treino especial) com as Iron Ladies Roller Derby e as meninas do Ladies of Helltown São Paulo Roller Derby, o primeiro time de Roller Derby do Brasil, algumas Capivaras Roller Derby (de Piracicaba) e representantes das Magic Island Roller Derby Circle (time de Floripa) e a liga mais linda desse Brasil, as Wheels of Fire Roller Derby Club. Tudo isso promovido pelo time local, as Iron Ladies, que foram maravilhosas em tudo: na organização do evento, na recepção e no carinho com todas nós.

Um final de semana em que eu tive a oportunidade de conhecer um monte de mina foda, de assistir jogos da minha liga e de ser NSO (tarefa árdua para a estreante aqui: marcar pontos em uma tabela e faltas numa outra ainda mais complicada não é fácil, mas que eu consegui graças à paciência e didática de Diego Rosan e Ana Anna Laura Gabellini, muito obrigada!).

E como se tudo isso não fosse suficiente, foi minha estreia na track. Joguei meu primeiro jogo de Roller Derby. Fiquei muito nervosa, chorei antes mesmo da primeira jam. E o mais engraçado foi que no momento que entrei na track e me posicionei, eu não vi mais nada. Só existia o jogo. E que momentos maravilhosos.

Que momento!

Aprendi tanto com esse misto sem contato (inclusive que sem contato é uma lenda) e consegui colocar em prática tudo que aprendi em dois meses e meio de treinos com a maravilhosa coach Carolina Peçaibes, com todas as veteranas (que sempre me ajudaram e me incentivaram mesmo quando eu achei que nunca conseguiria realizar algum drill vocês estavam lá dando força e torcendo por mim) e com as minhas teammates, freshies como eu, que me apoiaram e me estenderam a mão, entendem todos os meus dramas e crescem comigo todos os dias. Aprendi, errei, identifiquei os erros, quero melhorar, suei, chorei e nunca me senti tão feliz. Tenho ainda vivo em mim esse sentimento, que não sei bem nomear, uma mistura de felicidade, orgulho, emoção…

A galera que jogou comigo!

Muito obrigada Iron Ladies pela oportunidade de viver coisas tão intensas e desafiadoras. Aprendi muito com todo mundo. Muito obrigada a todas as minhas teammates das Wheels of Fire Roller Derby Club, vocês são demais! Finalmente entendi o que é ser sua própria heroína 🙂

#keeponfirewheels

PS: Fiquei tão envolvida e nervosa com o evento que não tirei nenhuma fotinho sequer, então usei as fotografias feitas pela galera que estava por lá e estão disponíveis no álbum das Iron Ladies do Facebook <3