O Continente vol. 1 (O Tempo e o Vento #1), de Erico Verissimo

O Continente, volume 1, de Erico Verissimo

O primeiro volume de O Continente é a abertura da obra prima de Erico Verissimo, O Tempo e o Vento (publicado em três romances: O Continente, O Retrato e O Arquipélago – os dois primeiros possuem dois volumes, enquanto o terceiro foi dividido em três). Publicado em 1949, a intenção de Erico era escrever apenas O Continente, mas a história tão grandiosa da saga familiar que é também um microcosmo da História do Rio Grande do Sul pedia mais. E Erico nos deu de presente, alguns anos mais tarde, os dois volumes de O Retrato e os três volumes de O Arquipélago.

Reeditado inúmeras vezes pela Editora Globo, hoje as obras de Erico são publicadas pela magnífica Companhia das Letras. E eu tive o prazer de ler na primeira e segunda vez, há muitos anos, essa primeira parte de O Tempo e o Vento numa publicação da editora Globo e agora li numa edição linda que integra o box de O Tempo e o Vento da Companhia das Letras. E nas três vezes que li fiquei encantada com cada palavra que Erico escreveu.

É muito difícil escrever resenha de um livro como esse, tão bom, tão clássico, tão importante. Eu só tenho elogios. Mas vamos lá. Por que esse livro é muito bom? Em primeiro lugar por conta da história que é narrada. O Continente fala das origens do processo de formação do estado do Rio Grande do Sul, da formação do povo gaúcho. E para isso Erico criou um romance histórico perfeito, que mistura sua ficção tão bem trabalhada com dados e personagens históricos que são integrados ao enredo de tal forma que é natural pensar que aquilo tudo realmente aconteceu. É um romance, e também uma aula de História. E que aula. Confesso que eu não sou muito conhecedora da História de meu próprio Estado – uma vergonha, eu sei, tanto por ter nascido e vivido a vida toda aqui, quanto por ser formada em História – mas muito do que aprendi sobre ela veio da literatura e em especial desse livro (e do segundo volume também, é claro). E é uma ótima maneira de entender os processos que levaram o povo gaúcho a ser da maneira que é.  Read More

Troca de Livros pela Internet

Eu tenho um cadastro no site Trocando Livros, um espaço para os usuários… trocarem livros! O cadastro era bem antiguinho e na ocasião eu adicionei um livro para testar a eficiência do serviço. Depois de muito tempo uma solicitação para o livro que havia disponibilizado apareceu em minha caixa de email.

Fiquei contente, porque o sistema funciona assim: cada livro que você disponibiliza e é solicitado conta um crédito depois da entrega. Esse crédito pode ser usado para solicitar qualquer livro disponibilizado pelos usuários.

A princí­pio fiquei apreensiva, pois estava demorando muito para alguém solicitar o tal livro que eu queria trocar. Mas o problema não foi nenhum defeito do serviço ou algo do gênero. A questão é o interesse dos usuários pelos livros que você quer trocar. No meu caso era bastante difícil alguém se interessar por um livro sobre educação médica que eu ganhei nos tempos de Museu de História da Medicina e que eu nunca iria ler e nem teria motivos para isso.

No entanto, assim que algum usuário procurar justamente pelo título que você cadastrou tudo muda. Um crédito é gerado e a possibilidade de levar um livro novinho para casa é bem grande. Claro que isso depende do usuário que disponibilizou o livro para troca. Eu, por exemplo, cadastrei um livro novinho em folha.

Read More