Gostosuras ou travessuras?

O Halloween é a data comemorativa do ano que eu mais lamento não existir no Brasil. Mesmo que tenha se popularizado por terras tupiniquins, não existe aquela tradição bacana de decorar as casas com temas aterrorizantes, esculpir abóboras para fazer as famosas Jack-o’-lantern. O que existe são aquelas festas horrorosas onde as pessoas vão com as fantasias mais horrendas (no sentido de bregas, mal feitas e sem criatividade mesmo) com música ruim. Claro que sempre existe alguma excessão por aí.

Por isso que para mim o Halloween é umo belo pretexto para fazer uma sessão de terror. Pode ser filme, livro, seriado. Então fica a dica: um filme e um livro para curtir nesse Dia das Bruxas.

FILME:

A noite dos mortos vivos
(Night of the living dead; 1968; EUA)
Direção: George A. Romero

Esse é o primeiro filme de uma quintologia de filmes de zumbis do diretor, sendo as continuações, na seqüência, Despertar dos Mortos (Dawn of the Dead, 78), Dia dos Mortos (Day of the Dead, 85), Terra dos Mortos (Land of the Dead, 2005) e Diário dos Mortos (Diary of the Dead, 2007). A produção é um marco para adoradores de cinema fantástico e em 1990, foi feita uma nova versão do filme, dirigida por Tom Savini que também é  muito boa.

[youtube1]GLKDpqV_wdY[/youtube1]

LIVRO:

O Médico e o Monstro
Título original em inglês: The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde

Do escocês Robert Louis Stevenson publicado em 1886, O Médico e o Monstro é uma publicação clássica do genero fantástico. Leitura obrigatória. E essa dica vale para mim também. Eu ainda não li este livro e não tenho desculpa para isso. A história se passa na tumultuada Londres do século XIX e os personagens são: Mr. Utterson, Edward Hyde, Dr. Jekyll. Cada um deles tem sua característica moral e psicológica salientada por sua aparência física.