Arquivo

show

Posts em show.

Um pouco mais de Paul McCartney

Paul McCartney em Porto Alegre

Paul McCartney em Porto Alegre é assunto pro resto da vida. Chorei, ri, dancei e cantei, tudo ao mesmo tempo. E ainda choro, ainda estou feliz e com gosto de quero mais.

Não é exagero quando digo que foi o show da minha vida, a melhor noite da minha vida. Estava lá, com Paul McCartney e com o Juliano. Não precisava de mais nada.

Sou eternamente agradecida ao Paul por aquela noite. E ele, provando ser o lorde que é, fazendo valer o título de  Sir ao qual foi condecorado por sua rainha, fez um vídeo lindo agradecendo ao público de Porto Alegre, Buenos Aires e São Paulo. Não pude conter as lágrimas mais uma vez. Paul nos emocionou de novo com seu carisma, simpatia, talento e devoção pela música.

Muito obrigada Paul, por tudo.

Paul McCartney – Up and Coming Tour

Ainda choro ao lembrar das três horas maravilhosas que vivi ontem. Paul McCartney fez um show inesquecível e mágico. No momento em que ele pôs os pés no palco comecei a chorar e desde então não parei mais. Valeu a pena passar o dia na fila, ficar exausta, porque no instante em que o show começou tudo se foi e só ficou alegria, emoção. Paul é simpático, humilde, engraçado e muito, mas muito talentoso. O espetáculo de ontem foi para a vida inteira.

Posso afirmar com certeza que minha vida está divida em antes e depois de  Paul McCartney em Porto Alegre. Foi um dos momentos mais lindos e felizes que já vivi ou que viverei, sem dúvida. Histórico. Agradeço ao Juliano por me proporcionar esse momento inesquecível.

É difícil expressar com palavras tudo o que senti (e outros milhares de gaúchos também). Foi simplesmente magnífico. Pensar que posso afirmar ter visto um dos Beatles ao vivo é sem igual. Beatles é minha banda preferida, desde muito cedo eu ouço as músicas sem parar. Esse foi um momento único.

Lenda viva, sim, ele é. E mostrou que gosta do que faz, sente prazer em tocar e o faz muito, mas muito bem. Empolgou todos que estiveram no estádio. A noite de ontem foi catártica. Pelo português e gauchês muito bem falado, pelas músicas e por Paul. Foram sorrisos e lágrimas ao mesmo tempo.

É difícil explicar o que aconteceu ontem. Das mais diversas reações eu tive o choro, o riso e a felicidade plena. Por estar ali, vendo um senhor de 68 anos tocar três horas com prazer e alegria estampados no rosto. O melhor moemnto do show? Das 21:09 (hora em que entrou no palco) até a meia noite, quando uma chuva de papéis verde  e amarelo transformou muitos (inclusive eu e o Ju) em crianças.

Paul McCartney mudou o mundo da música e o meu.

Muito obrigada Paul, por tudo.

Paul McCartney - Up and Coming Tour

Sobre porque não vou no Show da Cat Power

Eu não sou uma pessoa que frequenta shows. Por dois motivos bem simples: são caros (e eu não tenho dinheiro) e eu não me sinto bem em multidões, minha altura inviabiliza minha respiração no meio de tanta gente maior que eu bloqueando a livre circulação do ar, além da visão restrita que minha pequenez proporciona).

No entanto, alguns espetáculos me são caros. Hoje, por exemplo, acontecerá um show aqui em Porto Alegre que gostaria muito de ver. Cat Power se apresentará no Opinião e esse é um dos poucos shows da temporada que me atraem. Gosto muito da guria e de suas músicas e não creio que a casa lote por ela. Enfim, a estrutura do lugar permite que eu possa assistir ao espetáculo do conforto de uma cadeira, com uma mesa de apoio em minha frente.

E mais uma vez terei que declinar. Não possuo a bagatela exigida para entrar no espaço para no máximo duas horas de deleite. Isso não é motivo para estragar meu dia, mas posso dizer que fiquei bem chateada.

Tim Festival Curitiba 2006. Eu Fui!!!

Eu sai de Porto Alegre e enfrentei doze horas de viagem pra curtir os melhores shows… sem palavras…..

O lugar do show é um tesão!

Estava muito bom, um pouco de chuva nos primeiros shows. Patti Smith impressionou com aquele vozeirão. Yeah Yeah Yeahs subiram no palco, tocaram hits e sacudiram o pessoal com a energia estonteate da Karen O. Não cheguei a ver Nação Zumbi, e DJ Shadow vi só uma parte. Apesar de querer vê-los. Já Beastie Boys fechou a noite muito bem dispostos, com energia pra pular o show inteiro e cantar sem parar, além do DJ Master Mike lavar os ouvidos do público mandando muito bem naquilo que faz. Ainda houve um momento de comemoração pelo aniversário do Ad-Rock com direito a “Alfred” e champanhe. Em suma, Beastie Boys e Patti valeram minha noite. YYY surpreendeu. Pra mim, Patty Smith foi o melhor disparado…. ela desceu, interagiu, fez discurso e mandou ver na voz sensacional que ela tem… é a mãe do punk…  Eu amei os shows do YYY e BB, mas Patthi Smith foi do caralho… minha musa não poderia deixar barato… valeu a pena as doze horas de viagem de POA a CTBA….

Parabéns às bandas.

Não dou parabéns para a TIM pois assim como Patty em seu discurso, eu sou contra as grandes corporações, aliás o discurso que ela fez foi simplesmente fodástico!!!

Alguns participantes de bandas brasileiras estavam presentes, a saber: Bide ou Balde e Ultramen foram na mesma excursão que eu, da rádio Ipanema de Porto Alegre.

Inicio do evento: 18:00 (abertura do local)
Final do Evento: 1:00 (saída do Beastie Boys do palco)

Quer ver as fotos???

Aguardando a noite em um café no centro de Curitiba! Â
um pouco do pessoal da excursão, eu e a Ju... Os ingressos...

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Show da Patti Smith, a musa!!! Show dos Beasty Boys