Eu comprei um MacBook Pro Retina

Basicamente é isso mesmo. Consegui, finalmente, comprar o tão desejado laptop da maçã. Pode parecer bobagem, mas faz tempo que eu estava planejando isso, e quando finalmente conseguimos algo que queríamos há tanto tempo, ficamos felizes. E felicidade é para compartilhar.

Vamos as especificações.

MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina,13 polegadas – 2,7GHz:
Intel Core i5 dual core de 2,7GHz
Turbo Boost de até 3,1GHz
8GB de memória LPDDR3 de 1866MHz
256GB de armazenamento flash com PCIe1
Intel Iris Graphics 6100
Bateria incluída (10 horas)2
Trackpad Force Touch

Fiz um unboxing (ou tentei fazer) e já editei nele mesmo. Estou amando a rapidez, a beleza, as possibilidades desse laptop. Então, assistam o unboxing e deixem seus comentários com dicas e sugestões para obter o melhor com o MacBook. Aceito indicações de tutoriais também.

Novo caso de amor: Kindle

O final de 2012 foi marcado pela chegada em peso dos e-book readers no mercado brasileiro. Primeiro foi o Kobo na Livraria Cultura que alarmou corações e causou comoção em alguns lares (hahahaha, aqui em casa foi comoção!). E a pergunta ficou no ar: e a Amazon? e o Kindle? Pois é, a mais famosa das lojas e o mais famoso dos leitores de e-book ficaram para trás na corrida de quem chegava primeiro no mercado brasileiro. Mas logo em seguida entrou no ar a loja brasileira da Amazon vendendo APENAS seus livros digitais (muitos, por sinal). E o Kindle? Bom, demorou um pouco mais, mas finalmente começou a ser vendido pelo Ponto Frio (?!), a loja com a melhor logística do Brasil. Foi estratégia para não se incomodar com transporte e entrega no prazo.

Mas isso todo mundo mais ou menos antenado já sabe. O que eu tenho que ver com isso? Ora, eu fiquei num dilema: qual dos leitores digitais mais cobiçados do momento comprar? O Kobo e suas funções maravilhosas e fofas, sua tela touch e seus R$ 399,00 ou o Kindle, mais simples, mais conhecido, que não é touch (a versão disponível para venda no Brasil) mas R$ 100,00 mais barato que o concorrente da Livraria Cultura? Fiquei escolhendo, vendo vídeo resenhas (a da Luara foi a que me deixou mais indecisa!). E no meio dessa indecisão uma proposta: ganhar de presente de Natal o Kindle. Aceitei, é claro. O Juliano comprou meu Kindle no Ponto Frio no dia 26 de Dezembro, pois ele tem um esquema de pontos que queria utilizar e acabou que nem deu certo e o aparelho foi comprado com o famigerado cartão de crédito mesmo.

Pois então, depois do dia 26 o sentimento era de ansiedade pura. Quando chegaria o Kindle? A previsão da loja era de 11 dias úteis que pareciam não ter fim. Muitos vídeos de unboxing e resenhas do e-reader espalhados pelo Youtube e pela blogosfera depois, finalmente o bichinho chegou. E nem demorou os tais 11 dias úteis. Ontem, 02 de Janeiro de 2013 um pacote singelo do Ponto Frio chegou aqui em casa às 21:00 horas (mais ou menos) e eu fiz a festa. Já estou usando o brinquedo novo.

Para compartilhar minha emoção, resolvi gravar um vídeo tirando o Kindle da caixa. O vídeo não ficou muito curto, mas fiz o máximo que pude (com os recursos disponíveis) para deixá-lo sem aquele ruído irritante que a Letícia Carreiro comentou no vídeo Mr. Postman #32 lá no Youtube. O áudio ficou quase sem ruído graças ao Audacity e ao ótimo tutorial que encontrei no Ubuntero. Então aí está o vídeo Tirando da caixa: Kindle.

Se não conseguir visualizar assista direto no youtube.