Estatísticas do blog

Arquivos

Flickr

Internet + Livros e a biblioteca

Troca de Livros pela Internet

Eu tenho um cadastro no site Trocando Livros, um espaço para os usuários… trocarem livros! O cadastro era bem antiguinho e na ocasião eu adicionei um livro para testar a eficiência do serviço. Depois de muito tempo uma solicitação para o livro que havia disponibilizado apareceu em minha caixa de email.

Fiquei contente, porque o sistema funciona assim: cada livro que você disponibiliza e é solicitado conta um crédito depois da entrega. Esse crédito pode ser usado para solicitar qualquer livro disponibilizado pelos usuários.

A princí­pio fiquei apreensiva, pois estava demorando muito para alguém solicitar o tal livro que eu queria trocar. Mas o problema não foi nenhum defeito do serviço ou algo do gênero. A questão é o interesse dos usuários pelos livros que você quer trocar. No meu caso era bastante difícil alguém se interessar por um livro sobre educação médica que eu ganhei nos tempos de Museu de História da Medicina e que eu nunca iria ler e nem teria motivos para isso.

No entanto, assim que algum usuário procurar justamente pelo título que você cadastrou tudo muda. Um crédito é gerado e a possibilidade de levar um livro novinho para casa é bem grande. Claro que isso depende do usuário que disponibilizou o livro para troca. Eu, por exemplo, cadastrei um livro novinho em folha.

Um problema do serviço (que não é bem do serviço) é a variedade dos títulos disponíveis, que não é das melhores. Mas isso depende dos usuários: quanto mais títulos disponíveis para troca, mais variedade de títulos para escolher e mais usuários cadastrarão livros para ganhar créditos e assim por diante.

Eu recomendo o serviço se você tem paciência para manter o livro que quer trocar por um bom tempo na estante ainda. A não ser que seja um livro que esteja na moda, super procurado, é claro.

E quase que eu esqueço, o livro que eu solicitei depois de ganhar meu crédito foi Saga, do escritor gaúcho Erico Veríssimo. Uma edição da Editora  Globo de 1995, capa dura e em ótimo estado. Não poderia ter ficado mais satisfeita com minha troca!

Deixe um comentário pelo Facebook


2 Comments

  1. Mi Müller

    Dani, também uso o serviço do Trocando Livros, acho que já troquei uns 20 livros, como tinha vários lançamentos, quando cadastrei logo eles eram solicitados, agora estou com minha lista um pouco parada. Só teve uma vez que fiquei chateada por que a pessoa não colocou que o livro era a edição pocket, cadastrou pela edição comum, não tinha problema nenhum desde que eu soubesse que era um pocket, mas eu me senti lesada pela falta da informação.
    estrelinhas coloridas…

    • Daniela

      Eu achei o serviço muito bom, o problema é quando alguém como eu tem poucos livros dos quais quer se desfazer e esses são livros fora da mídia e tal. Aí tem de ter paciência.

      beijos


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

%d blogueiros gostam disto: