Arquivo

outubro 2006

Posts em outubro 2006.

é amanhã!

Segunda à noite sai o ônibus da Ipanema rumo ao Tim Festival em Curitiba! Estou ansiosa para viajar. Acho que nunca estive tão ansiosa. Exageraaaada… Sabe quando você chega no auge do sentimento e só pensa nisso o tempo todo? Eu acho que estou completamente fora do meu normal, do controle. E isso é ótimo!

Curiosidade para passar o tempo

Vi recentemente uma entrevista em que Björk descreve cada música em MEDULLA, e realmente Vokuro se destaca até na história. Vocês sabiam que quando Björk começou a preparar a turnê VESPERTINE, ela estava encomendando aqueles ”pratos” com versões em caixinhas de música das faixas de VESPERTINE. Como cada “prato” tem um ciclo de 1 min, era perfeito para Vokuro que repete o mesmo ciclo 4 vezes (Vokuro é uma cação de ninar Islandesa, mas o original tem uma melodia um pouco diferente da versão medulla). POrém, devido ao tempo que cada ”prato” levava para ficar pronto, dois meses, não deu tempo de Vokuro ficar pronta antes do final da turnê, as únicas que ficaram prontas foram: Aurora/Pagan Poetry (que é a mesma coisa que Frosti)/All is full of Love e Cocoon. 

Como o projeto GH já estava em andamento, não era possível aproveitar a versão caixinha de música de Vokuro, pois destoaria completamente da era GH!Então, quando ela estava trabalhando nos primeiros conceitos de MEDULLA,  retomou essa música. O mais espantoso é q a Vokuro é uma canção de ninar cantada para uma menininha loira de olhos azuis, e adivinha de quem Björk estava grávida quando terminou de escrever as cifras do coral da música? Isso mesmo, ela estava esperando a Isadora, que por miraculosa coincidência, é loura e tem olhos azuis, enquanto Björk tem cabelos negros e olhos castanhos. Todos nó sabemos que a probabilidade para isso é de 1/4×1/4= 1/8!!!!!!

Vejam como a vida é engraçada 🙂 , imaginem só, o quanto uma simples música pode afetar tanto e tão profundamente a nossa vida, não é mesmo?

segunda-terça

Segunda-feira fui para Uni$uino$ prestigiar a Semana Acadêmica de História, e ver o Padre Inácio falr sobre Pré-História do RS. Depois esticamos até o bar para beber muuuito. Eu, Ana, Bi, Jordana, Morruga, Fabiano e mais tarde a Ju tomamos todas por $2,00 pila cada ceva, um paraíso.

Ana, Jordana, Ju e eu... que quarteto hein...

Terça, o dia estudando para uma prova infernal de pré-história brasileira… Valeu a pena, porque acho que fui bem.

Release esperto

Espetáculo “A Missão”
A Missão (Lembrança de uma Revolução)

No dia 9 de novembro a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz estréia o seu novo espetáculo: A Missão (Lembrança de uma Revolução), do autor alemão Heiner Müller. A Missão terá temporada quintas, sextas e sábados, às 21 horas, na Terreira da Tribo (Rua João Inácio 981, Navegantes, Porto Alegre) até 16 de dezembro. O espetáculo tem o financiamento do FUMPROARTE da Secretaria Municipal da Cultura, e a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz tem o patrocínio da Petrobras, através da Lei de Incentivo à Cultura.

O espetáculo é resultado da pesquisa realizada pelo grupo no último ano, dentro da vertente do Teatro de Vivência, onde o espectador está integrado ao espaço cenográfico, vivenciando as ações cênicas em diferentes ambientes. A encenação evoca a revolta dos escravos na Jamaica, nos anos seguintes à Revolução Francesa e reflete sobre o Terceiro Mundo: objeto de exploração e simultaneamente, fermento do novo.

A encenação coletiva criada pela Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz vai evidenciar a opção do autor por uma política teatral do corpo, da imagem, aliando a sua visão crí­tica da história à desconstrução da linguagem discursiva cartesiana. A poética cênica de A Missão insere-se na “dialética poética do fragmento” e dirige-se primordialmente aos sentidos, mas a intenção é também ‘fazer pensar’. O reconhecimento se faz, portanto, via corpo e intelecto. A aproximação entre o fragmento e a linguagem do corpo, como contrários à linguagem do poder e do conceito é outra idÃéia presente nos trabalhos de Müller, que fala da rebelião do corpo contra o conceito. O ato cognoscitivo vem a posteriori, precedido pela experiência, por algo que não pode ser determinado de imediato, mas que só assim se transforma em experiência durável.

A Missão

Fones para contato: 99994570/ 30281358/ 30195504
E-mails: lua.fernandes@hotmail.com
Site: http://www.oinoisaquitraveiz.com.br/

Domingão…

Hoje foi um domingo estilo excêntrica família de Daniela, desceu de Caxias do Sul uma boa parte das parantadas e umas tias também apareceram. Um domingão tamanho família! Depois, o jogo do meu imortal tricolor, o Grêmio. Um empate e tanto. Botecada na Cidade Baixa com a Grazyne, a Ju e o Bi… Ô coisa bem boa, melhor não poderia ficar, mas ficou: sorvete no Jóia! Claro, sempre tem uma briguinhas de implicância, mas tarefa difícil pra mim, mas não impossível, eu tento relevar…

31 pessoas, mais o que tirou a foto, mais dois sumidos e um dormindo... Churrascada pra engordar ainda mais... Eu e a Ju depois do jogo. As meninas super poderosas O trio parada dura! Poderosas

 

Hm, depois de me sentir mais cheinha ainda, estou com um baita sono e preciso me preparar para mais um dia no acervo de Fotografias do Museu, onde trabalho agora. Recuperando as forças depois do trauma da semana.

Ai que desespero!

Estou depressiva, realmente muito triste e em clima de rito fúnebre. Minha gata amada morreu quarta-feira depois de ter ficado bastante doente na terça. Estou me sentindo culpada por ter adiado o veterinário para quinta de manhã e não ter dado tempo. O pior de tudo é que eu não estava em casa na hora da morte da pobrezinha. Estou me sentindo um lixo e muito culpada por não ter dado mais atenção a minha Fubá. 🙁 Espero que onde quer que ela esteja, esteja bem. Ela fará muita falta em minha vida. Nossa chorei tanto que meus olhos ainda estão inchados. Enterramos ela na quinta de manhã do lado de casa. Vamos plantar uma flor bem linda onde está o corpinho dela como homenagem.

saudades. palavras não são suficientes para relatar a dor.

E peço desculpas pelo blog fora do ar, mas o domínio expirou e eu nem me lembrava que já era época de renovar…

muita coisa na cabeça

Ando louca, essa é a verdade. ando com a cabeça cheia de pensamentos, as coisas acontecem de repente e eu fico meio que sem saber como agir. meu namoro anda cada dia mais belo (hahaha); a faculdade está naquela, né, com algumas matérias extremamente fodas e outras brochantes; minha família é a mesma de sempre. Começo no estágio novo essa semana, no mesmo lugar de antes, mas com atividades bem diferentes e mais empolgantes. No momento nada de novo acontece e as vezes me sinto uma formiguinha presa na terra, Isso me assusta há algum tempo. Vamos ver o que acontece.

Pelo menos estou otimista, e felizaça. Surpreendentemente estou no melhor ano da minha vida. Sorte total. Obrigada Ju e Camila pela noite de sábado, que foi perfeita!