Arquivo

fevereiro 2007

Posts em fevereiro 2007.

and oscar goes to…

Eu sou uma apaixonada por cinema, mas estou longe de ser uma cinéfila profissional, uma crí­tica ou uma personagem d’Os Sonhadores com seus joguinhos sensuais que infelizmente não vem ao caso nesse momento.

Estou aqui para falar da grande premiação do cinema, a maior de todas, o Oscar. “And Oscar Goes To…”. Tudo pronto, a transmissão global dá o pontapé inicial. A 79ª edição do Oscar aconteceu com um recorde de indicações para as comunidades hispânica e negra, as duas principais minorias dentro dos Estados Unidos. Além de contar com uma apresentadora abertamente homossexual. Será uma Hollywood mais liberal?

Ellen DeGeneres foi a segunda mulher a apresentar o Oscar, e uma coisa é certa, sua apresentação foi fantástica. Um tempo super bom para todas as piadas e absolutamente preparada para a improvisação. Adorei quando ela entregou um roteiro para Martin Scorsese e Clint Eastwood com ciúmes cobrando um roteiro enquanto ela pedia para Steven Spielberg: “Steven, tira uma foto minha com Clint?”.

Outro ponto foram os clipes relembrando todos os filmes de lí­ngua não inglesa que já ganharam a cobiçada estatueta, o clipe das trilhas de Ennio Morricone e o jogo de sombras para representar alguns filmes indicados.

Mas como nem tudo são flores, a monotonia deu o ar de sua graça em muitos momentos, como as interpretações das indicadas como música original. Tenho que admitir que foi hilário ver as “mocinhas cantando” e os grandes seios de uma delas saltando para fora do vestido vermelho. Mas a monotonia voltava sempre a tona quando o assunto era os comentários totalmente dispensáveis do tambêm dispensável José Wilker!

E as premiações? Bom, as premiações foram interessantes, algumas um pouco óbvias e algumas injustiças figuraram na escolha da Academia. No entanto, eu não posso dar a minha modesta opinião, pois ainda não tive a oportunidade de assistir a todos. Alguns dos premiados certamente me deixaram feliz, Scorsese foi o melhor diretor e seu filme foi o melhor do ano, bem já estava na hora de um gênio como ele ganhar a estatueta dourada, e foi bem merecida.

No mais o glamour de Hollywood se deixou levar pela emoção do momento e não deixou de fazer uma propaganda eleitoral gratuita para o ex vice presidente e ativista ecológico Al Gore. Ele apresentou prêmio, ganhou prêmio e… era só deixar uma brechinha e alguém fazia questão de dizer o quanto ele o inspirou, o grande militante que era, o grande homem e blá-blá-blá. And Oscar goes to: lá vem Al Gore mais uma vez. A campanha foi descarada, ou pré campanha dele que fez questão de salientar não é candidato. Ainda. Entretanto, serviu pra dar um recado: Bush, nem a Academia te agüenta!

O glamour cinematográfico e a pompa da cerimônia entraram na onda política de alguns dos últimos filmes produzidos lá pelas bandas de Hollywood.

barulho coletivo

Nas minhas andanças internéticas estou sempre pesquisando o que há de novo nas artes em geral. E a música, óbvio, não poderia ficar de fora. Algumas pesquisas no “deus google” foram suficientes para encontrar o sítio do Coletivo Antena. Colagens sonoras e ruídos são a matéria-prima do grupo.  O Coletivo é formado por músicos que vieram de várias escolas da música, desde a erudita até o rock, e faz uma música eletrônica não convencional, “produtores de música eletrônica não-convencional se reúne para divulgar em conjunto o trabalho, com intercâmbio constante entre eles“. E como se não bastasse, o grupo ainda quer mapear a produção do noise no Brasil. Acho que vale a pena conferir, mesmo que seu ouvido não esteja preparado para tal experiência, é sempre bom reciclar as sonoridades que andamos ouvindo!

a festa da carne!

Eu nunca fui muito de carnaval, aliás, eu não sou nada de carnaval! Mas tenho que admitir que vendo o famoso compacto da rede globo, fiquei surpreendida com o desfile da Unidos da Viradouro. Por certo, não prestei atenção no samba, muito menos nos milhares de detalhes que o júri avalia, no entanto, minha atenção se voltou para a ousadia: um carro de ponta cabeça, bateria fake, carro “onde está Wally?”, carro mutável, “alegorias vivas”, entre tantos outros detalhes.

A sincronia e a coreografia utilizada no desfile me deixou boquiaberta. Parecia abertura de jogos olí­mpicos. Deve ter sido um barato procurar o Wally enquanto a galera desfilava pela avenida. Eu curto esse lance de interagir com o público. A alegria que as batidas proporcionaram às alas foi de dar inveja. Tudo impecável. Como diriam os narradores: um desfile tecnicamente perfeito! Mas assim que esse desfile terminou desliguei a televisão. Vá que eu goste de outro e passe a ser uma carnavalmaní­aca. Nem pensar, sai de mim!

repaginando…

Nova versão do trecos&trapos: Björk is a godness! A quarta pra ser  mais exata. No ar desde 14 de janeiro. Inspirada na musa Björk… Com imagem retirada deste sí­tio e brushes da Aline. Esquema de cores retrô, inspirada na grande amiga Mari. Css totalmente novo, usando agora verdana, que na minha opiniao deixou o blog com um ar mais retrô mesmo. Webicons também da Aline, plugins daqui e daqui. Deixe sua opinião, dicas e começou a caça aos erros!

Primeiro erro identificado e solucionado: agora no Firefox a fonte já pode ser visualisada. Mas ainda não consegui arrumar o estilo dos links por lá¡… Links devidamente arrumados e o lay pode ser visto perfeitamente no firefox!

Convite!

Domingão Libertário 2° ANO, Convida para PIQUENIQUE NO PARQUE DA HARMONIA no dia 25/02 a partir das 15 horas.

Programa: música popular rebelde, mate amargo, petiscos (levar doce ou salgado) e jogo de bola.
Participação Livre! Convide o compaheiro, a companheira, a família e venha ao piquenique.

Resgatando as tradições libertárias do movimento operário.
Saúde e Revolução Social!!!

Organização: Comissão de Cultura e Formação Élio Goulart de Oliveira