Arquivo

Arte

Posts em Arte.

6 on 6 – Fevereiro 2016

Com você, Porto Alegre em p&b. A cidade que vivo, a cidade que amo, apesar de tudo.

Câmera Canon T5i, lente 18-55mm (mais conhecida como lente do kit :p )

Centro de Porto Alegre

Mercado Público e Prefeitura Antiga, Centro de Porto Alegre

Chalé da Praça XV, Centro de Porto Alegre

Mercado Público, Centro de Porto Alegre

Mercado Público, Centro de Porto Alegre

Parque Farroupilha, mais conhecido como Redenção, Porto Alegre

Projeto 6 on 6 é uma brincadeira simples. Você precisa postar seis fotos no seu blog, todo dia 6 do mês!

– Não precisa ter máquina fotográfica, foto de celular serve;
– Não tem um tema específico para as fotos, pode ser do que você quiser;
– Só precisa que você poste no dia 6, 6 fotos.

6 em 6 – dezembro de 2015

Simples assim: postar seis fotos no blog todo dia 6 do mês, sem tema nem nada. Entre na página do Facebook do projeto 6 em 6 e saiba mais.

Esse mês, fotos fresquinhas de um passeio de domingo pela Redenção e arredores, em Porto Alegre, testando a câmera. Preciso urgente fazer um curso.

 

Parque da Redenção

Chafariz da Redenção

Amizades <3 (foto com temporizador)

Risos

Torre da igreja…

Flores… Nos arredores da Redenção

6 em 6 – Setembro de 2015

Finalmente eu voltei com o projeto 6 em 6. Apesar da simplicidade que é postar seis fotos no blog todo dia 6 do mês, sem tema nem nada, eu estou há mais de um ano sem conseguir postar fotos no dia 6. Como estou tentando voltar com força total para o universo blogueiro, quero essa pauta fixa daqui por diante.

Então lá vai. Esse mês resolvi postar algumas fotos das minhas últimas viagens para dar um gostinho do que vem por aí: posts recheados de dicas e experiências de viagem.

Casa Rosada em Buenos Aires

Paranapiacaba, São Paulo

La Sebastiana, uma das casas museu de Pablo Neruda, em Valparaíso, Chile

Macchu Picchu no Peru

Farol de Klein Curaçao em Curaçao

Vista de cima do Pão de Açúcar, Rio de Janeiro

Então, um destino, uma foto. Internacionais, nacionais, não importa, o que importa é viajar! Até mais, e não esqueça de deixar seu comentário. 😉

6 on 6 (julho, 2014)

O dia seis chegou mais uma vez e com ele o projeto 6 on 6. Adorei participar no mês passado e continuo esse mês com mais algumas fotos. De última hora, admito. Todas experimentando o foco com a 18-55 mm com a minha Canon T3. Esse mês, com exceção das fotos do 6 on 6, fotografei apenas com o celular novo (um Moto G, que por sinal tem uma câmera péssima) e acabei relaxando com a ideia de treinar mais a fotografia. As fotos desse mês foram tiradas com a câmera apenas nos 45 do segundo tempo, ou seja, acabei fotografando para o 6 on 6 no dia de postar. Fiquei sem ideias e resolvi brincar com o foco. De noite a luz não ajuda muito, mas até fiquei satisfeita com algumas das fotografias. 🙂


Quer participar? A brincadeira é simples: você precisa postar seis fotos no seu blog, todo dia 6 do mês! Acompanhe todos os blogs participantes na página do Facebook. 🙂

6 on 6: junho de 2014

Minha primeira participação no projeto 6 on 6! Adoro esse projeto. Sempre olho os blogs participantes para ver as fotos do mês e buscar inspiração.

O projeto é super simples: todo dia 6 é preciso postar 6 fotos. Tema livre. Barbada, né?! Para saber mais e conhecer outros blogs que participam da brincadeira é só acessar o grupo do Facebook.

E na minha estreia eu trouxe fotos das minhas paixões, meus filhos felinos. As fotos foram tiradas para testar a lente 50mm que eu adquiri recentemente. Ainda estou me acostumando com ela 🙂

.Gandalf

Starbuck

Willow

Salém

Smeagol

Hora de comer!

Apenas a última foto foi editada. Por ordem de idade: Gandalf, Starbuck, Willow, Salém e Smeagol.

E então, gostou? Eu adorei participar do projeto. Mês que vem tem mais 6 on 6.

Drawing: A drawing a day.

Eu sempre gostei de desenhar. Desde muito pequena rabiscava qualquer pedaço de papel que estivesse por perto (menos nos meus livros, porque desde cedo eu olhava para esses objetos como algo sagrado). Desenhava mais paisagens, porque eu achava mais fácil e um primo meu com pretensões de artista me ensinou alguns truques. Não que meus desenhos fossem bons. Pelo contrário. Eram desenhos bem feinhos. Cheguei a fazer um curso, na escola, de cartoon com o Jerry. Foi uma experiência maravilhosa, que me ensinou muito sobre traço, como usar o lápis e, claro, a desenhar os personagens que o professor ensinava.

Na adolescência eu desenhei bastante. Tinha agenda, como toda guria de 13/14 anos (e eu tive até os 17!), mas não deixava ninguém assinar (por favor, todos sabem o que isso significa, né?! ou então eu estou MUITO velha). O que eu fazia com minha agenda se eu nao anotava compromissos (agenda de adolescente não é para anotar compromissos) e ninguém deixava o seu recadinho especial para mim? Eu desenhava. Fazia colagens. Inventava moda com têmpera. Todos os dias eram preenchidos com isso.

Então eu dei um tempo no desenho. Não sei o motivo, simplesmente fui parando. Foi perdendo a graça. É que eu não sabia desenhar, e ficava só tentando. Então eu ganhei um Moleskine. Lindão. Enchi o caderninho mais devagar do que gostaria. Mas experimentei outras coisas, como o giz pastel. Eu nunca tinha usado giz pastel antes. Fiz até um vídeo mostrando minhas tentativas desenhísticas (muitas delas foram olhando desenhos de outras pessoas nos grupos do Flickr e tentando fazer parecido). E o Moleskine virou febre. Passava horas assistindo vídeos de artistas e centenas de pessoas comuns mostrando seus desenhos também. Aí terminou o caderninho de desenho mais estiloso do mundo. Parei de novo.

 Ganhei mais três Moleskines, não os bonitões com capa de couro. Uns mais simplesinhos, mas com a mesma qualidade de papel. E deles eu usei apenas a metade de um até hoje. Pois é. Não tenho desenhado muito. E o mais engraçado de tudo isso é que eu adoro desenhar. E gostaria de aprender, de verdade.

Nessa semana, revisitando algumas assinaturas antigas no Youtube, redescobri um canal muito bacana que ensina a desenhar! O Shoo Rayner Drawing School. Olhei uma porção de vídeos do Shoo Rayner e decidi que vou fazer um desenho por dia (começando com os primeiros vídeos postados / aulas mais antigas) e fazendo todas as aulas que couberem nesses 365 dias que tenho para desenhar um desenho por dia. Já fiz alguns desenhos e estou super empolgada com esse novo projeto.

A drawing a day é uma meta até o final do ano, um projeto que visa principalmente praticar. Porque desenho e isso, prática. E os vídeos são super bacanas e incentivam bastante, e um dos lemas do artista é: qualquer um pode desenhar. E se qualquer um pode, eu posso! Vamos ver como eu me saio. Assim que terminar esse Moleskine que estou usando agora (o segundo) eu faço outro vídeo, que vai mostrar os desenhos feitos antes e os feitos durante o projeto.

Empolgação é meu nome. Borá lá, fazer um desenho por dia?